CARTA ABERTA AOS ELEITORES DO BOLSONARO

*Por Luiz Fernando Leal Padulla*

Caríssimos eleitores do presidente Bolsonaro,

Não venho aqui criticá-los, mas apenas dizer que assim como vocês, também votei no Bolsonaro.

No entanto, é de se saber que estou profundamente arrependido e decepcionado com a besteira que fiz, afinal, a cada dia que passa, não vemos um líder da nação tomar qualquer providência que favoreça o povo. Pelo contrário, segue com suas mentiras e sempre na defensiva, tentando justificar atos injustificáveis.

Quantos de nós teremos que morrer para que ele realmente se preocupe com a pandemia? O mundo todo tomando atitudes para proteger sua população, dando todo suporte para que vidas sejam preservadas. Mas aqui, segue menosprezando tudo isso, ainda que o Brasil esteja atingindo o posto de novo epicentro da COVID-19. Já temos mais de 350.000 casos confirmados e são mais de 22.000 mortos – vidas que eram o amor de alguém!

Bolsonaro também prometeu acabar com a velha política, mas vemos que está cada vez mais se alinhando e se associando aos corruptos e bandidos do chamado “centrão”, tudo aquilo que abominamos e somos contra.

Nas recentes gravações, defende a liberdade, mas quer impedir que as pessoas sejam livres. Que fala foi aquele, menosprezando cada um que foi – e ainda vai! – às ruas defendê-lo – chamando-os de “aquelas porcarias levantando a bandeira do povo ao meu lado”? Chego a pensar que ele subestima a inteligência de quem votou nele.

Como acreditar na liberdade que nossa Constituição nos garante – e que tanto prezamos – se nomeia para os cargos públicos os militares? Os mesmos militares que afrontaram nossa nação tempos atrás, impedindo nossa real liberdade! Como podemos acreditar nisso se na mesma reunião com seus subordinados, o presidente declara, “instalar uma ditadura está muito fácil porque o povo tá em casa”?

Que transparência na política é essa, se Bolsonaro aparelha o Estado com pessoas de seu interesse, justamente para impedir que atos de corrupção e crimes de seus amigos e familiares sejam investigados? Por que tanto teme? Por que sua família seria – com o perdão da palavra, mas parafraseando sua própria fala “fodida” se não trocasse a diretoria da PF no Rio de Janeiro?

Nós votamos em um sujeito que se dizia correto! E o que ele faz com nosso voto?

Fico espantado como ele trata a imprensa, um dos pilares fundamentais para qualquer país democrático. Suas falas e até xingamentos são inadmissíveis. Por essa e outras, o mundo lá fora está nos vendo como chacota internacional!

Onde está aquele candidato que defendia “família, Deus e pátria”, mas mostra-se incoerente a tudo isso? Xingamentos da pior espécie, preconceito escancarado, menosprezo ao povo que o apoia…

Sinceramente, você acha que armar a população garante paz e liberdade? Quantos de nós, trabalhadores assalariados, temos condição de adquirir uma arma? E já pensou na quantidade de homicídios que aconteceriam, por exemplo, em uma discussão acalorada no trânsito? Ou ainda o que aconteceria se sua filha ou esposa, sendo assediada e se recusasse aos interesses libidinosos de certos homens portando arma legalmente?

Enquanto biólogo, causo-me ojeriza a fala do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, ao querer se aproveitar da pandemia – e dos milhares de vidas perdidas – para devastar o ambiente com a aprovação “na surdina” de leis que permitem a grilagem e o desmatamento. E tudo isso sem qualquer reprovação do presidente por nós eleito!

E a fala desqualificada do ministro da Educação, Abraham Weintraub, ofendendo os índios e negros, todos tão brasileiros quanto nós?

Cadê aquela defesa de nossa soberania e nossa pátria, se vemos Bolsonaro submisso aos interesses e ordens de Trump, entregando nossas riquezas naturais debaixo de nossos narizes? Cadê a valorização de nossa bandeira, se ele empunha as bandeiras de Israel e EUA durante suas aparições públicas?

A tentativa de nos jogar contra os outros poderes é também uma afronta à Constituição. Em uma real democracia, a existência dos três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) é para que nenhum excesso ou arbitrariedade seja cometido por qualquer um deles. E isso temos que defender sempre. Foi por isso que nossos pais e avós lutaram!

Enfim, caros amigos, acredito que assim como eu, devem estar decepcionados e angustiados com tudo o que estão fazendo com nosso país. Ao invés de melhor, nossa vida piorou – confesso que chego a ter saudades dos governos anteriores, quando tínhamos maior qualidade de vida, poder de compra, e éramos respeitados e admirados pelos demais países.

Mas não devemos desistir. Dá próxima vez, não acreditarei nas “notícias” que recebi pelo WhatsApp, nem em correntes do Facebook. Hoje sei que isso foi um grande e pesaroso erro que cometemos. Foi um erro ter apoiado esse sujeito mentiroso.

Prometo que daqui em diante, antes de acreditar em qualquer “nova política” e “novos patriotas”, vou aprofundar meus conhecimentos para nunca mais cair nessas armadilhas.

Sem mais.

Em tempo: perdoem-me a sinceridade, mas assim como Bolsonaro te enganou, eu também te enganei ao dizer que votei nele. Essa vergonha e culpa eu jamais carregarei.

*Professor, Biólogo, Doutor em Etologia, Mestre em Ciências, Especialista em Bioecologia e Conservação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s