(Nova) Carta aberta ao STF

 

Por Luiz Fernando Leal Padulla*

Prezados Ministros do Supremo Tribunal Federal,

Que aqui escreve novamente, não é apenas o professor e biólogo. Este que aqui dispende seu tempo, é acima de tudo, um cidadão verdadeiramente brasileiro e democrata, que está cansado de assistir pacificamente toda barbárie que estão fazendo com nosso país, sob vossas batutas.

É estarrecedora as posições escancaradas que este alcoice, digo Tribunal, tem tomado. Nunca a frase do “grande acordo nacional” esteve tão clara: “Com o Supremo, com tudo”.

Aqueles que deveriam zelar pela ordem e respeito à Constituição, simplesmente a ignoram e ultrajam cada uma de suas diretivas de maneira horrenda e criminosa.

Resta-nos a pergunta: por quê?

Desde o golpe contra a presidenta legítima deste país, até os dias atuais, com a prisão arbitrária do ex-presidente Lula, o que fizeram? Mesmo sem qualquer prova contra Dilma, anularam o tal impeachment e permitiram a volta à ordem democrática? Não. Posicionaram-se perante a inconstitucionalidade da prisão da maior liderança brasileira, reconhecida e defendida mundialmente? Não.

Em Portugal, como devem saber, o Ministro Celso de Mello disse em português claro – para qualquer luso, brasileiro e legalista entender: “a prisão de Lula é ilegal e viola a Constituição”.

Pois bem. Ele disse o que nós bradamos há tempos. Ele disse o que o mundo está denunciando. E faço aqui outra indagação: o que o digníssimo decano e seus comparsas estão fazendo em relação a mais essa afronta? Cabe a cada um de vocês, pomposas Excelências, tomarem a atitude correta e anularem essa arbitrariedade, não é mesmo? Ou seriam cúmplices do acordão?

Por sinal, por que o Ilustríssimo ministro Edson Fachin, de forma espantosamente rápida, resolveu tirar da pauta a votação do pedido de liberdade de Lula? Curiosamente, no mesmo dia em que arquiva um dos inquéritos contra o ilegítimo presidente Temer. Mais curioso ainda – e que bela coincidência! – é que na véspera, Temer, Maia e Aécio estiveram reunidos extra-oficialmente, enquanto a maior parte da população seguia alienada com a Copa do Mundo de futebol e a seleção da corrupta CBF.

Ministro Fachin, sentiu-se ameaçado por quem? Seria o mesmo “medo de avião” que ceifou a vida de seu colega Teori Zavascky, justo no momento em que “político imaculados” seriam denunciados? Ou medo até mesmo de morrer “suicidado”, tal como aconteceu com o policial civil Lucas Arcanjo? Será possível que passou em sua cabeça o “crime passional” que eliminou a modelo Cristiana Ferreira?

Eis que o mesmo Ilustríssimo ministro foi responsável por soltar o “homem da mala” de Temer, Rocha Loures. Que coisa, né?

E olhem só que coincidência – mais uma!: enquanto as acusações convergem para Aécio Neves e sua trupe tucana e aliados golpistas do (P)MDB, o que o STF faz? Arquiva as investigações e isenta-os de qualquer crime…afinal, de “santidade” os caciques tucanos entendem, não é mesmo?

Em que país sério isso é possível? Será por medo das delações de investigados que prometeram desnudar o celibato moralista do STF? Medo de que a sociedade confirme o “grande acordo”? Medo que as máscaras da “imparcialidade” de Cármen Lúcia (e o corretor insiste em digitar Lúcifer) e Gilmar Mendes caiam de vez com as delações da JBS? Ora, ora…

Como acreditar nesta instituição? Como respeitá-los, se não o fazem por merecer? Como respeitar suas famigeradas togas, se optam pelo caos social e a desordem pública? Como acreditar em um antro de golpistas, que desde sempre apoiou o lado obscuro, tal como a “cobertura constitucional” ao golpe de 1964 e de 2016?

Impossível não lembrar e pensar que tempos atrás, durante verdadeiras revoluções, a guilhotina falava mais alto para punir os poderosos conspiradores e traidores da lesa-pátria. Ah se fosse hoje! Pelo menos iriam pensar duas vezes antes de sacanearem o povo e nossa nação com palavriados mirabolantes e salários abusivamente estratosféricos!

Sinceramente, até acreditava que a Justiça fosse cega e imparcial, mas graças à canalhas como vocês, o que me resta é acreditar na força do povo! E que a população realmente acorde, saia de trás dos computadores e hashtags, promova a desobediência civil, promova a verdadeira revolução e exija a única e real Justiça. Só assim teremos a ordem e a democracia de volta.

Cedo ou tarde isso acontecerá. Enquanto a vocês, Digníssimos e Ilustríssimos Magistrados e Excelências, a história dará conta de revelar os fatos, e seus nomes ficarão eternamente registrados e marcados como GOLPISTAS!

 

*Brasileiro, Democrata, Professor, Biólogo, Doutor em Etologia e Mestre em Ciências

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s