Conhece Macrislândia?

*Por Luiz Fernando Leal Padulla

Era uma vez uma cidade chamada Macrislândia, localizada no interior do reino do Tucanistão. Há muito tempo era um lugar bom de se morar, com gente feliz e assistida pela prefeitura. Definitivamente, não tínhamos do que reclamar.

Porém, depois de 8 anos de um desgoverno, iniciado com o prefeito “Príncipe Laranja”, e sucedido pelo “Turco, o Rico”, a cidade entrou em declínio profundo com corrupção e falta de investimentos.

Curiosamente, aliados dos partidos desses dois governantes, insistiam em dizer que tanto o antecessor quanto o atual, eram dignos de confiança… e assim, enganavam a população.

Falácias e armações eram disseminadas, na tentativa de iludir os cidadãos para aceitar cortes na saúde, demissões na educação e propostas absurdas de privatizações. Afinal, a culpa nunca era deles.

Corroborando com o plano maquiavélico, sordidamente elaborada pela trupe, eis que surgem ordens de sabotagem no Departamento de Água e Esgoto da cidade. Assim, funcionários foram obrigados a não realizarem imediatamente os consertos de vazamentos e, quando realizassem, que fizessem de maneira precária para que o problema voltasse a acorrem em poucos dias. Ou seja, vazamentos e falta de água se tornaram propositadamente constantes.

Com isso, os moradores comprariam a ideia de que o serviço é mal prestado e não se oporiam à venda da autarquia para a iniciativa privada, mesmo que isso desrespeitasse a própria Leio Orgânica deste município – e sem serem avisados, é claro, de que isso acarretaria um incremento abusivo nas contas de água e não lhes garantiria um serviço pleno.

Essa é Macrislândia. Mais uma cidade do Tucanistão que entre cortes, desvios de verbas e entreguismo, surrupiadores da democracia e dos interesses do povo fazem a festa às custas de inocentes e ignorantes úteis.

Macrislândia: a cidade onde o povo sofre nas mãos desses políticos e seus partidos, mas não aprende nunca e nada faz para mudar!

(Esta é uma obra de ficção. Qualquer semelhança dos personagens com pessoas e locais reais é mera coincidência…ou não!)

*Professor, Biólogo, Doutor em Etologia, Mestre em Ciências, Especialista em Bioecologia e Conservação

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s