E o Arcanjo?

*Por Luiz Fernando Leal Padulla

27 de março de 2016. O policial civil, Lucas Arcanjo Gomes, que denunciou Aécio Neves por lavagem de dinheiro, desvio de recursos públicos e até associação com o narcotráfico internacional, é encontrado morto em sua casa. Notícias diziam se tratar de suicídio.

Até hoje, nenhuma explicação.

Enquanto isso, o dono do helicóptero apreendido em 2013 com quase meia tonelada de cocaína, Gustavo Perrella, dono da empresa Limeira Agropecuária e Participações Ltda., segue suas funções públicas, no cargo de Secretário Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor.

A fazenda que o helicóptero foi flagrado, é de Zezé Perrella, pai de Gustavo e senador da República.

Aécio Neves continua senador. O senador que usou um doleiro para abrir conta secreta de sua família em Liechtenstein. O senador derrotado nas urnas que iniciou o complô do golpe e fez o Brasil sangrar. O senador que, quando governador de Minas Gerais, repassou verba pública para a empresa de Perrella e também à Rádio Arco-Íris, da qual é sócio. O senador que bancou a construção de um aeroporto nas terras de seu tio-avô, na cidade de Cláudio.

Outra “coincidência” (será?) envolvendo o tucano Aécio Neves: seu primo, Tancredo Aladim Rocha Tolentino, foi denunciado em 2012 como membro de uma quadrilha que atuava na cidade de Cláudio vendendo habeas corpus para…traficantes de drogas. Seu primo negociava diretamente com o desembargador do Tribunal de Justiça do Estado, Hélcio Valentim de Andrade Filho.

perrella-div_msn-586x350
Flagrante do helicóptero recheado com cocaína.

Outro aeroporto também envolve o nome de Aécio Neves. Novamente enquanto governador, autorizou a obra de pavimentação, sinalização e conservação do aeroporto de Montezuma, cidade sem qualquer expressão econômica que justificasse tal feito. Mas nessa cidade, seu falecido pai havia fundado uma agropecuária.

Pois é. Mais casos intrigantes envolvendo políticos. Mas como não é do PT, o silêncio é ensurdecedor…

Enquanto ignoram provas, preferem se basear apenas em convicções.

Em tempo1: esse post foi escrito antes do “acidente” envolvendo o ministro e relator da Lava-Jato, Teori Zavaski. Tal “acidente”, também nos remete ao caso de Eduardo Campos, cujo avião também “caiu” justamente quando subia nas pesquisas e ameaçava a presença de Aécio Neves no segundo turno. Meras coincidências?

Em tempo2: como diz um amigo, parece que a causa foi um tucano que entrou  na turbina desses aviões.

 

*Professor, Biólogo, Doutor em Etologia, Mestre em Ciências, Especialista em Bioecologia e Conservação

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s