Perturbação

*Por Luiz Fernando Leal Padulla

 

 

Ontem choveu a noite toda.

Hoje chove novamente.

Venta.

E até está frio…

Tive minha coberta

Estou em minha casa,

Ainda que explorado por um aluguel

Não tenho do que reclamar.

Só da imagem que insiste em me perturbar

A mãe…seus filhos….sem lar!

Por culpa do capital e  da ganância

Centenas de famílias desalojadas,

Expulsas e açoitadas por porcos fardados,

A serviço de bandidos, corruptos

E ladrões de merenda!

maefilhocolo

Pessoas, como eu e você,

Humilhadas, tratadas com desprezo

Bombardeadas com gás,

Machucadas com tiros,

E impedidas de um lar!

Um mero e simples lar…

Sem piscina, jardim ou qualquer mordomia.

Apenas quatro paredes de madeira

E um teto para lhes proteger…

Nada mais do que o direito à moradia…

ocupacao-colonial

Meu tormento me corrói

Meu peito dói

Eu estou aqui, mas meu pensamento foge de mim

Onde passou a noite essa mãe?

Teria da chuva conseguido proteger seus filhos?

Triste estou,

Pela falta de empatia das pessoas,

Pela falta de humanidade…

Aos guerreiros e guerreiras do MTST,

Minha solidariedade,

E eterna admiração!

 

*Professor, Biólogo, Doutor em Etologia, Mestre em Ciências, Especialista em Bioecologia e Conservação

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s