Lamentável, Pondé!

Em tempos de intolerância – e ignorância –, está cada vez mais fácil atacar e falar bobagens sobre a esquerda, principalmente nas redes sociais. É fácil identificarmos ignorantes políticos, que se prestam ao favor de compartilhar mentiras. No entanto, chama a atenção quando vemos/ouvimos tamanhas bobagens vindo de pessoas que, em teoria, teriam discernimento e estudo suficiente para evitar tais equívocos.

O mais recente exemplo partiu do filósofo e “reaça”, Luiz Felipe Pondé. Bancando o youtuber, resolveu gravar um vídeo com menos de 3 minutos de duração. O tempo, apesar de curto, foi suficiente para concentrar tantos absurdos e inverdades que chega a ser patético.

Triste saber que este senhor, seja lá por qual motivo, resolveu destilar seu ódio justamente contra seus companheiros de trabalho. Ao acusar, erroneamente, que as maioria dos professores são “defensores do PT e da esquerda” por interesses pessoais e financeiros, Pondé age de maneira desonesta e má-fé.

Saiba, Sr. Pondé, que ao contrário do senhor, tenho muito orgulho de defender uma ideologia de esquerda, que almeja a igualdade entre os povos, a solidariedade e tudo aquilo que deve ter estudado em algum momento de sua vida.

Não preciso falar frases rebuscadas para me fazer de intelectual e sabido em alguma coisa. Basta ter memória, conhecimento e discernimento para saber a qual lado devo servir e lutar. Enquanto educador, tenho a certeza do que defendo e daquilo que desejo para minha sociedade e minha nação. Assim como tenho plena certeza de que sou uma pessoa e cidadão do bem, com minha consciência tranquila a cada dia que cumpro minha missão dentro e fora das salas de aula. Para isso, não preciso seguir seita alguma, e muito menos ser pago, afinal, ideologia e caráter não se vendem.

Lamentável que se aproveita de uma situação turbulenta que o país vive – causada, é bom que se diga, por uma direita elitista, misógina, preconceituosa e fascista – para se promover.

Por um lado, é bom que existam pessoas como o senhor, pois podemos usá-los como exemplo daquilo que combatemos: o preconceito, os pensamentos retrógrados, falaciosos e egoístas. É por isso que sou educador, assim como tantos outros educadores de esquerda, pois acreditamos que gerações que são formadas hoje em nossas salas, terão a chance de pensar longe de seus próprios umbigos. E é desse nível de cidadão que o mundo carece.

Ah! E das próximas vezes que aparecer na TV Cultura para comentar, ainda que com parcialidade, não use mais aquela linda camiseta vermelha da extinta União Soviética. O senhor não cai bem para ela.

Professor Luiz Fernando Leal Padulla

Biólogo, Doutor em Etologia, Mestre em Ciências, Especialista em Bioecologia e Conservação. E esquerdista de coração!

Anúncios

7 comentários sobre “Lamentável, Pondé!

    1. Prezado Marinho, também concordo com nenhum tipo de doutrinação deva ser imposta. No entanto, negar fatos e conhecimento aos alunos é negar a formação decente desses cidadãos. A radicalização não é a solução. Um ser pensante e justo só será formado com a abertura de sua mentalidade perante o meio em que está inserido. Abs

      Curtir

      1. Abaixo a doutrinação ideológica. Não podemos mais deixar nossos jovens refens de uma educação que só pensa em sustentar mercados e serem manipulados pelas ideologias falaciosas de direita como eugenia e racismo. Por mais aulas de humanas e sociais na escola por menos direita.

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s