“Lá, lé, li, ló, Lú…Voadora”

*Por Luiz Fernando Leal Padulla

Quando criança, minha irmã tinha uma boneca chamada “Lu Patinadora”. Hoje, a boneca é real e mudou de transporte: usa aviões…com verba pública! Isso tudo só veio à tona graças a Lei de Acesso à Informação. Por mais que tentem argumentar, não há justificativa para tamanho gasto de DINHEIRO PÚBLICO! Dinheiro de nossos impostos, caro leitor! Mais uma prova de que o PSDB (salva raríssimas – mas raríssimas mesmo! – exceções) é o partido dos MORALISTAS SEM MORAL.

Em termos comparativos, Lú Alckmin utilizou as aeronaves do governo mais vezes do que todos os secretários de Geraldo Alckmin somados desde 2011.

O uso de verba pública, para interesses particulares, essa parece ser uma prática constante dos tucanos. Vale lembrar das centenas de viagens realizadas com aeronaves do Estado, pelo então governador mineiro (hoje senador) Aécio Neves. Em várias ocasiões, as mesmas serviram para políticos, celebridades, empresários e outras pessoas de FORA DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – falam em 198 voos sem autoridades oficiais a bordo. O governo de Anastasia foi mais discreto, organizando 60 voos sem qualquer autoridade a bordo. Em todos os casos, configura-se o ato de improbidade administrativa.

Apenas para refrescar a memória e ver como as peças se encaixam: dentre as celebridades, muitos da Rede Globo (curiosamente, a emissora e canal de comunicação que mais deturpa a imagem do governo atual e omite escândalos envolvendo PSDBistas!), como Luciano Huck (sim, o mesmo que saiu às ruas contra a corrupção!), Sandy e Júnior, e o ex-executivo Boni. E como não poderia deixar de ser, é óbvio que membros do Grupo Abril (leia-se principalmente revista Veja – que por sinal #VejaNãoVejo), como o falecido Roberto Civita e sua mulher. E tem mais. A cereja do bolo fica por conta do ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira (sim, o mesmo acusado de receber milhões em propinas por envolvimento em direitos de transmissão – seria para a Globo? – e tantas outras falcatruas junto à FIFA).

Mas voltemos aos voos da mulher do digníssimo governador Geraldo Alckmin (sim, o mesmo que recebeu prêmio de “gestão nos recursos hídricos”…em plena crise de abastecimento!).

Como diz o jornalista Paulo Nogueira, “se fosse a mulher de Lula, jornais e revistas se atirariam, em matilha, às denúncias. Manchetes, primeiras páginas, capas, demorados minutos no Jornal Nacional. O público, ou vítima, seria bombardeado (…).Sendo a mulher de Alckmin, ninguém repercute a história ou, muito menos, a aprofunda. A própria Folha, que deu, logo esquece, ao contrário do que faria se fosse Dona Mariza, ainda que o furo fosse da concorrência”. Uma vergonha!

cafezinho com
Crédito: ocafezinho.com

Em tempo: ainda carecemos de uma explicação lógica sobre o suspeitíssimo Aeroporto de Cláudio (MG), não é mesmo Sr. Aécio Neves? Teria relação com o helicóptero recheado com 500 kg de cocaína?

LFLP3

*Biólogo, Professor

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s